Freguesia de Santo André de Vagos - Vagos

Amilcar Raimundo

A nossa Freguesia comemora os 30 anos no próximo dia 4 de Outubro. O Exmo. Presidente da República marcou as eleições legislativas para esse dia. Vamos tentar encontrar uma data para fazermos a festa dos 30 anos - vai ser necessária a participação de todos os fregueses!



Ana Cristina

Nada melhor nesta vida do que poder realizar nossos sonhos, nossos objetivos. Na verdade, não há como ser diferente porque sonhar e desejar alguma coisa é mais que natural. É parte de todo ser humano, e se assim não fosse que graça teria?  É preciso ir a luta com muita disposição, e isso é coisa que eu sei que não vos falta. Têm tido grandes provas do sucesso, mentalizemos estes momentos e com certeza que tudo sairá bem. Um agradecimento a toda a equipa que tem trabalho sem fim para que a nossa TERRA não pare no tempo. Boa sorte!!



dulcinia sereno

Olá a todos, a quantos nos visitam, e a todos quantos cá vivem, desejo-vos o melhor do mundo, da nossa parte tudo faremos para que assim seja, que este ano 2011 seja bem melhor que o anterior, se assim não for que seja pelo menos igual, um abraço amigo



Margarida(Ilda)

  Olá Olá !!!  Um grande Bem-Haja a Santo André - Freguesia e todas as pessoas que neste espaço já participaram ou simplesmente lêem.   Que o ano de 2011 traga a todos muita coragem, força e saúde.   E "BIBA A PRESIDENTA CARAGO" - como dizem as minhas amigas do Porto.   Beijinhos e Abraços a todos



Paula Pinto

A todos o desejo de boas festas e obrigado por este site que tanto ajuda a matar saudades da nossa terra



paula martins

Estive vendo tudo isto e boas lembranças me deram.gostei muito.A nossa freguesia esta de parabens. E viva Santo andre. VIVA. Um abraço a todos que contribuirem para este sonho se tornara realidade.



Dulcinea sereno

Meus amigos é com imenso carinho que recebo as vossas mensagens, porque sem vós isto não tinha qualquer valor, sempre que vos seja possivél mandem as vossas críticas e as vossas sugestões, porque só assim podemos continuar a crescer. Eu tambem adoro esta terra, foi aqui que vi a primeira luz do sol, foi esta terra que me viu crescer, e é aqui que quero comtinuar a viver.Um bem haja a todos quantos cá vivem e a quantos nos visitam, um abraço desta vossa amiga DulciniaNo próximo dia 4 de Outubro iremos celebrar os 25 anos da nossa freguesia, participe em http://santoandrdevagos-25anos.blogspot.com/



Mery Martins

Ainda não tive tempo de ver tudo, mas assim que puder vou dar uma vista de olhos geral. Do que vi, gostei, parabéns, não sabia de tanta modernidade em Santo André.   Beijinhos  



Raul Manuel de Oliveira

     Visitei pela primeira vez o site da Junta de Freguesia de Santo André. Estou muito orgulhoso de ver crescer, todos os dias, a terra que me viu nascer. Queria aqui deixar os meus sinceros agradecimentos as pessoas que muito tem trabalhado pelo desenvolvimento desta terra. Os meus parabéns à Sra Presidente e a todos os que com ela colaboram.                               Voltarei:                                         Raul Oliveira



Joao D. Raimundo dos Santos

Felicitacoes pela vossa iniciativa digital. Excelente. Estou disponivel para ajudar a criar uma freguesia digital, colaborando com a compra de antenas e outros equipamentos para uma rede Wifi, que cubra gratuitamente toda a freguesia. Temos que ajudar a nossa gente, apostando nas TI´s.   Outros assuntos interessantes seriam : -Atribuir nomes de pessoas que contribuiram tanto para a nossa freguesia, mudando esses nomes actuais de ruas, que nao nos dizem nada, por nomes da nossa gente. -Plantar arvores em todos os sitios disponiveis, para contribuir com um melhor ambiente.      Com os melhores cumprimentos. Joao



Manuel João

Força!



Paula Soares

uma obra prima e sem duvida uma forma de nos aproximar com a freguesia que nos viu nascer. Esta nova geraçao de autarcas na freguesia tem a mentalidade que faltava para por santo andré no caminho certo, ou seja, no caminho da modrenidade. muito obrigado pelo trabalho que prestam a freguesia



André Bernardes

Primeiro jogo treino do Santo André com seixo de mira resultou de um empate 1-1 nada mau para começar.



Ana Catarina

Parabéns pelo vosso novo visual. Continuem a apostar no progresso da nossa Freguesia.



Carlos Antonio

Muitos parabéns pelo site, revela a mentalidade e convicção da freguesia em caminhar na direcção do futuro e mostra-se como exemplo para as restantes freguesias pela sua adesão às novas tecnologias e determinação que mostra em progredir. 



Sandra Correia

Como nova habitante desta linda freguesia, quero dar os parabéns á Junta de Freguesia, pelo excelente trabalho apresentado no site da Freguesia. Sinto-me orgulhosa de ter escolhido Santo André de Vagos para minha nova residência.



Manuel Alberto Góis

A todo o executivo, quero endereçar os meus parabens, pelo excelente trabalho que nos oferecem. Esta iniciativa para além de fonte privilegiada de informação, permite um trabalho de proximidade com os cidadãos sendo um importante instrumento de aproximação e um meio de expormos as nossas carências e afirmarmos as nossas realizações.



Ivo Dinis

Felicito pelo excelente trabalho desenvolvido na Freguesia, apesar de não ser a minha terra natal, é o local que escolhi para viver e trabalhar e sinto-me muito orgulhoso por isso. Muitos parabéns e continuem com a vossa dedicação. 



pedro bessa

é com grande prazer que digo como um antigo habitante de Santo André de Vagos que realmente esta freguesia tem tudo para que nos digámos é um prazer ser filho da terra,obrigado 



Rui Duarte

Devo dizer que a primeira impressão é de enorme apreço. Desejo e espero que este venha a ser um espaço privilegiado de dinamica informativa, que, como tal, permita um verdadeiro interface entre a Junta de Freguesia e a sociedade em geral e a freguesia de Santo André de Vagos em particular.



Paulo Santos

Um exelente abraço e os meus parabens a todos os membros da junta de freguesia de Santo André de Vagos.Continuamos sempre a inovar! E sem duvida, um site é uma exelente forma de divulgar a nossa freguesia, alem de ser mais atractivo a jovens...Bom trabalho!



joao costa

muitos parabéns...está excelente!




 
  
 
 
Controlo da Vespa Velutina ou Vespa Asiática

Originária da Ásia, esta é uma espécie não indígena, predadora da abelha europeia.

Sendo um predador agressivo de insetos (um exemplar pode matar mais de 30 abelhas por minuto), o principal impacto desta espécie reflete-se na apicultura, com destruição de colmeias, e no efeito indireto para a produção agrícola. Quando perturbada, a vespa velutina pode representar um risco para as pessoas, devido à sua picada. Perante uma ameaça ou vibração no ninho, reage de forma bastante agressiva, podendo o grupo perseguir a fonte da ameaça durante cerca de 500 metros.

A vespa velutina não é fonte de transmissão de nenhuma doença das abelhas, sendo a   destruição dos seus ninhos o melhor método de limitar localmente o impacto das mesmas sobre abelhas, outros insetos e eventualmente pessoas, apoiado pela colocação de armadilhas perto dos apiários.

O controlo da vespa é uma necessidade urgente. O Serviço Nacional de Proteção Civil encetou o combate a esta praga em zonas rurais e urbanas.

Como identificar este tipo de vespa?

VESPA (Consultar folheto anexo): De grandes dimensões (podem atingir 3cm), têm a cabeça preta com face laranja/amarelada. O corpo é castanho escuro ou preto aveludado, delimitado por uma faixa fina amarela e um único segmento abdominal amarelado.

NINHOS (Consultar folheto anexo): Têm cerca de 1 metro de altura e 80cm de diâmetro, em árvores com mais de 5m de altura. A entrada e saída dos ninhos é feita por um orifício lateral. Há casos em que os ninhos assumem forma e localização diversa, escondidos no solo ou nos beirados de habitações. Os ninhos primários têm cerca de 5 a 10cm de diâmetro.

 

O que deve fazer?

Se suspeitar da presença da vespa asiática, tiver visto um ninho ou um conjunto de abelhas, registe essa informação no site www.sosvespa.pt

É muito simples: 
  1. Crie uma conta (login - criar conta);
  2. Faça o login;
  3. No painel de pesquisa, registe o ninho ou a presença de vespas. Basta carregar no “+”, localizar no mapa e preencher a descrição.
 
Desta forma, a situação será reportada a todos os agentes de proteção civil e do ambiente de modo a gerirem, da melhor forma, as intervenções a realizar. Poderá também acompanhar toda a evolução dos trabalhos realizados.
Se, no local, encontrar uma fita do Serviço Municipal de Proteção Civil, é sinal de que o ninho já está a ser intervencionado e se encontra em monitorização, sendo removido entre 42 a 72 horas.
 
Pode ainda contactar o SEPNA - Guarda Nacional Republicana (sepna@gnr.pt). Caso não tenha acesso à internet, entre, por favor, em contacto com a Linha SOS Ambiente (800 200 520) ou com o Serviço Nacional de Proteção Civil (112).
 

A destruição de ninhos por técnicos habilitados é o melhor método para limitar a sua dispersão.

Não deve, em qualquer circunstância, usar armas de fogo ou destruir parcialmente o ninho, pois existe o risco de disseminar as vespas que constroem novos ninhos.

 

Pode, ainda, fazer armadilhas de captura, que se revelam um meio eficaz no combate a esta praga. De fabrico fácil, basta reutilizar 3 garrafas de 1.5l de plástico e colocar um atrativo com:

  • 50 ml Vinho Branco
  • 50 ml de Groselha
  • 50 ml de Cerveja preta
  • A partir de maio substituir a groselha por carne ou peixe cru, preferencialmente fígado, visto as vespas procurarem proteína.

 

Ciclo biológico da vespa velutina

A Vespa velutina é uma espécie diurna, com um ciclo biológico anual, que apresenta a sua máxima atividade durante o verão, quando atacam em massa as colmeias.

Durante o inverno as rainhas fundadoras já fecundadas hibernam fora do ninho, principalmente em árvores, rochas ou no solo.

Em fevereiro e março, as rainhas que sobreviveram ao inverno abandonam o local de hibernação para fundar a sua própria colónia (pelo que são designadas de fundadoras), procurando locais com água abundante e comida fácil perto de aglomerados populacionais. Até maio procuram locais com árvores em flor, locais esses frequentados por abelhas. Inicia-se a postura e nascem as obreiras dos ovos fecundados e então mudam-se para um segundo ninho (ninho secundário) construído em locais de grande altitude (10 metros ou mais), sendo responsáveis pela alimentação das novas larvas, bem como da rainha. Com a saída das obreiras, o crescimento do ninho e da colónia é exponencial.

É entre junho e setembro que se regista maior pressão de predação, associada ao crescimento dos ninhos, pela procura de proteína, resultando assim no ataque a abelhas e outros insetos, verificando-se no crescimento da colónia no verão e outono está associado a ataques a apiários da abelha europeia (Apis mellifera).

A duração da vida média das obreiras é variável em função das temperaturas e pode ser entre 30 e 55 dias, semelhante ao da vespa europeia (Vespa crabro). A rainha tem uma longevidade de cerca de um ano. As obreiras têm um tamanho ligeiramente superior a 2,5 cm e os zangãos porém podem atingir facilmente os 3 cm.

Fonte:
   
    • Autarcas
    • Geografia
    • Demografia
    • Serviços
    • Resenha
    • Heráldica
    • Património
    • Padroeiro
                  
Copyright © Todos os direitos reservados. Proíbida a reprodução na totalidade ou em parte, sem prévia permissão por escrito da junta de Freguesia.

156976 visitas até ao momento.

A minha rua | Notícias | Imprensa | webmail